O velho ditado de “uma maçã por dia envia o médico para longe” é dito ter começado na década de 1860 na região de Pembrokeshire, no País de Gales. Maçãs têm poucas calorias, baixo teor de sódio e alto teor de vitamina C. Uma meta-análise publicada  em 2013 mostrou uma relação inversa entre a ingestão de vitamina C e risco de acidente vascular cerebral.

Recentemente, o potássio tem sido investigado por sua capacidade de reduzir o risco de acidente vascular cerebral. Todo mundo parece associar a ingesta de bananas com o consumo de potássio, uma vez que se acredita que a fruta apresenta altos níveis de potássio (banana média tem 118 g de potássio, outros alimentos com alto potássio são mencionados abaixo). Então, talvez um outro ditado deve ser “uma banana por dia envia o médico para longe”.

O estudo publicado por Arjun Seth (descrito ao fim da postagem) e seus colegas apresentaram análise estatística de um subgrupo da WHI-OS. A população era de mulheres com idade entre 50-79 de 40 estados dos Estados Unidos, que foram seguidos prospectivamente por um período médio de 11,1 anos. Os dados de quantidade de ingestão diária de potássio foi obtido a partir dos questionários de frequência alimentar (QFA). 

Os resultados do estudo são interessantes. Verificou-se que os pacientes que eram mais ativos, na verdade, tinham maior ingestão de potássio. O maior quartil de ingestão de potássio tiveram uma incidência 27% menor de AVCi do que o quartil mais baixo. Este efeito foi de 30% em um subgrupo de pacientes com IMC normais. Houve uma menor taxa de acidentes vasculares cerebrais de pequenos vasos em pacientes não-hipertensos, em comparação com hipertensos.

Para concluir, os autores lembram-nos que este é o maior grupo norte-americano de mulheres na pós-menopausa e reiteram os resultados. Mas, mais importante, um resumo das informações deste estudo fornecido é o seguinte: a quantidade de potássio na pós-menopausa consumido diariamente foi calculado com base nos alimentos que supostamente elas comiam. Os alimentos que são ricos em potássio são o salmão, vegetais verdes folhosos, abacate, feijão, batatas assadas, iogurte e banana. Os pacientes que comiam esses alimentos também tendem a ser não-fumantes e com níveis mais altos de atividade física. Além disso, esses pacientes eram menos propensos a ter acidentes vasculares cerebrais isquêmicos se eles não eram hipertensos. A quantidade recomendada de potássio é de 4700 mg. As mulheres no estudo WHI consumiam em média 2600 mg, que é a quantidade média representativa de consumo nos Estados Unidos. Apenas 2.8% das mulheres consumiram ou excederam o consumo recomendado de 4700 mg.

 

A Banana a Day May Also Send the Doctor Away